sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Palavras de Afeto







Palavras seguem

Ondas de contato

Num imediato

          Ato

          Hiato

De afeto que corre

         No elo

Do abraço saudoso.


Palavras ficam

E colam

      Na alma

Carregada na memória

Do amor incondicional.


Palavras ecoam

Em melodia

Da vida que se guarda:

      Um sopro

      Um sorriso

      Uma lágrima

O amor que se respira

Nos instantes vividos. 






Queridos,

Farei uma pausa no blog e logo voltarei

para o voo da partilha...

Beijo e abraço de paz!



Suzete Brainer (Direitos autorais registrados)

Imagem: Fotos da querida Lis (Um olhar de sensibilidade

poética rara e excelência na arte da fotografia).

Do seu blog Flor de Lis.






21 comentários:

  1. Palavras de afeto não se perdem e se fossem lançadas ao vento, todas as pessoas gostariam de abraçá-las. Quando chegam aos ouvidos das pessoas queridas, complementam o abraço, colam-se na alma e permanecem vivas para sempre.
    Que sua pausa seja, realmente, curta, Suzete, pois seus poemas são um prazeroso alimento para quem os lê. Bjs.

    ResponderExcluir
  2. As palavras constroem um elo de ligação ao outro, palvras que tocam no momento e voltam a re-tocar quando as lembramos, tal como o doce aroma dos sorrisos, dos abraços, ou das lágrimas imprescindíveis.
    Que a tua pausa dure o tempo necessário, mas que voltes.
    Ficamos à tua espera, e por favor, traz a tiracolo mais poemas lindos e inspiradores!
    xx

    ResponderExcluir
  3. oi Suzete
    Que lindo poema! e fico honrada por adorná-lo com minhas fotos.
    Descanse na pausa merecida e volte com inspirações que tão bem sabe !
    Ficamos a espera_ abraços abraços

    ResponderExcluir
  4. Querida Suzete, foram as palavras que nos aproximaram, foram as palavras que fizeram emergir afectos...
    As pausas por vezes são necessárias e são sempre merecidas. Bom descanso e um grande beijinho meu...:)

    ResponderExcluir
  5. Também os poetas carecem de repouso.
    Um bom descanso, Suzete!

    Beijo )

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. O afeto é um sentimento que necessita de variados alimentos: olhares, sorrisos, gestos, silêncios, palavras. Cada um dos alimentos, conforme as circunstâncias. Para uma refeição completa, um pouco de tudo isto. Mas as palavras serão sempre imprescindíveis, sobretudo quando o outro não está presente fisicamente. São o elo, o contato, o fazer chegar a...
    Gostei imenso deste poema que agradece, que partilha, que envolve.
    Bom descanso, querida amiga.
    Meu bjo :)
    (Eliminei o primeiro comentário, pois, a esta hora já troco palavras. Depois eliminarás.)

    ResponderExcluir
  8. Palavras de afeto são sempre bem recebidas.
    Belíssimo poema, gostei imenso.
    Faz uma boa pausa e volta para nos mostrares mais bons poemas como este.
    Querida amiga Suzete, tem um bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Existem palavras, ou ate momentos
    Que nunca se esquecem
    São eternos.
    E na eternidade, ficarão sempre
    Suspensos…

    Um poema que toca
    (adorei, as imagens escolhidas como se falassem “preciso voar”)

    Beijinho grande

    ResponderExcluir
  10. Oi Su!

    Linda poesia,as palavras pontes de afeto e as tuas palavras

    sempre muito além do significado,um espaço teu de arte que

    toca e fica na alma o voo da beleza...

    As fotos escolhidas são belíssimas e a Lis merece parabéns

    pela arte.

    Querida amiga desejo um natal de muita paz e harmonia

    para ti e família!

    Beijos e abraço grande nesta tua alma,amiga!

    Nara.

    ResponderExcluir
  11. Doutora Suzete,

    Fiquei impressionada com este seu blog de poesia,a beleza,a qualidade
    e originalidade são de excelência.Para mim,foi maravilhoso este
    momento de leitura aqui,voltarei para novas leituras.

    Fiz psicoterapia (já faz um tempinho) com a senhora e até hoje
    sinto beneficiada com o tratamento.
    Aproveito para desejar um feliz natal em família!
    Beijinho,Doutora.
    Cinara Silva.

    ResponderExcluir
  12. O amor que nos faz viver, beijo Lisette

    ResponderExcluir
  13. O afeto é algo que ecoa nas tuas palavras, As tuas fazem-nos sentir maiores que nós mesmos.
    Bem hajas, amiga!
    Beijinho.

    ResponderExcluir
  14. Passando apenas para desejar Feliz Natal e muita saúde e alegria para 2015!
    xx

    ResponderExcluir
  15. Feliz Natal Suzete querida
    Saudade !
    Que 2015 te traga e possamos estar juntas mesmo distantes.
    abraços

    ResponderExcluir
  16. Agradecendo a sua amizade durante o ano, e antecipando já 2015, desejo.lhe Boas Festas e um Santo Natal!

    Beijinho amigo

    ResponderExcluir
  17. Vim deixar-te um bjo especial, nesta quadra tão significativa.
    Tudo de bom, querida Suzete
    :) :)

    ResponderExcluir
  18. Querida amiga Suzete

    Desejo para ti
    braços bem abertos
    para receber com carinho
    o ano que se aproxima.
    Ele traz um presente:
    - Uma vontade de que olhes
    para alguém ou para alguma coisa,
    com olhos de primeira vez.
    Recebendo este presente,
    as sementes de alegria que te habitam,
    estarão recebendo seu melhor alimento,
    e assim se transformarão em realidade,
    perfumando sua vida e sua alma
    com sua maravilhosa, única e infinita
    essência de felicidade.

    Um ano novo de olhares novos para ti.

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderExcluir
  19. Minha querida

    Que o ano de 2015 seja pleno de amor e felicidade...de paz e fraternidade...repleto de realizações e de sonhos concretizados.
    E mesmo se as mãos estiverem vazias...que a esperança seja um sorriso esperando pelo futuro e iluminando o caminho para que a vida seja um suave tapete de pétalas e todos os dias do Novo Ano se pintem com o azul de uma serena madrugada.

    E obrigada pelo carinho e amizade que me aquece o coração e me dá alento para continuar a minha caminhada.

    FELIZ ANO NOVO
    Um beijinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir

Este é um espaço importante para você deixar inscrito:

A sua presença,

O seu sentir,

A sua leitura,

A sua palavra.

Grata por compartilhar este momento de leitura aqui!

Abraço de Paz!

Suzete Brainer.