segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

O Segredo dos Girassóis



Resultado de imagem para imagem de pintura de ingrid tusell



Gira mundo
nas minha mãos sem destino.

Um segundo na fantasia
da minha utopia,
girassol nos meus cabelos
a florir no espaço de encanto,
a luz para um mundo justo.

Gira os meus olhos ao sol
na pausa da minha fé contínua
sem descanso.

Na sombra, os girassóis
a contar para mim
o segredo da multiplicação da luminosidade...



Suzete Brainer (Direitos autorais registrados)

Imagem: Obra de Alice X. Zhang.


Uma Pausa no Blog.
Votos de Boas Festas e que cada um, na sua
singularidade, caminhe (no movimento dos
girassóis...) com os seus dias solares!...

Beijo e Abraço de Paz!
Suzete.


                   

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Ela Flutuava na Leveza








    
Ela estava serena e delicadamente plena, se entardecendo nos seus sentires amanhecidos de saudade. Uma saudade com cheiro de hortelã mergulhado no chocolate amargo e quente...

Ela sabia da brevidade da vida, tudo deveria ser degustado em gotas de espanto e prazer. No espanto mora o inesperado e o prazer é um suspiro de beleza e verdade poética...

Ela não gostava de fazer planos de consumo, isso é empobrecer o encanto sutil do viver; o sonhar é tão perto (dentro do sentir) e buscar fora para carregar a mala de supérfluos, não lhe seduzia. Sempre precisou da leveza do desapego!....

Sempre quis o genuíno livremente. Ser inteiro de corpo e passeio na alma, impregnada de sorrisos aventureiros sem correntes que se apropriem da verdade do sentir...

Sempre acreditou na lealdade das mãos dadas na caminhada a dois. Na amizade dos olhos que se conhecem e dizem tudo. No silêncio partilhado na paz que abraça e na parceria do preto e branco das rotinas que não esmagam a sublimidade do prazer (solar) de se estar juntos.

Ela flutuava na leveza enquanto as palavras desfolhavam a sua singularidade na brisa do agora!...



Suzete Brainer (Direitos autorais registrados)

Imagem: Obra de Daniel Gerhartz.







sábado, 1 de dezembro de 2018

A Imensidão nos Olhos...




Resultado de imagem para imagem de pinturas elzbieta brozek


Tudo é tão imenso
Nos meus olhos
Quando o meu brilho fica
Na tua pupila.                                                           
Não sabemos o início ou fim,
A minha silhueta se desloca em ti
E a tua boca nos conduz
Aos passos desta luminosidade unificada.

Sim, meu amor
Nascemos nestes instantes
Da intensidade,
De desnudar a alma
E vestir o corpo
Com nossas respirações arrebatadas.


Tudo é tão imenso neste nosso olhar! ... 




Suzete Brainer (Direitos autorais registrados)

Imagem: Obra de Elzbieta Brozek.