domingo, 27 de maio de 2018

Canto aos Frágeis




Imagem relacionada




Hoje,
Vejo todos os frágeis
Com um tecido de sentires
Que vai além das
Palavras mortas
De glórias.

Vejo os frágeis
Que vestem a realidade
Na rearrumação
Do espaço dos sonhos,
Que não gritam a vantagem
Bruta
De invasão e posse.

Existe uma fortaleza
Na fragilidade,
Com gosto honesto
Da sensibilidade
Que toca na dor
De dentro
E de fora.

Canto para quem sente
O desencanto
Do avesso
Da solidariedade.
Um travo
Na palavra molhada
Da indignação
De todas as desigualdades.
Canto o silêncio
Da opressão
De todos os abandonos.

Canto sem música
No piano.
Um belo Noturno
Transcende
Todos os desenganos!...



Suzete Brainer (Direitos autorais registrados)

Imagem: Do Google.

(Reedição)

15 comentários:

  1. Bah, amiga, fiquei arrepiada com teu belo poema que canta momentos tristes e nada de glórias. Canta a desilusão, a espera por atitudes, por atos ausentes. Por coerência. E dê-lhe povo sofrido!! Andamos estarrecidos e tão frustrados! Somos um povo alegre, amigo da paz, e por quê...? Ando ansiosa pelo desfecho e por dias melhores. Cantas com muita sensibilidade nosso amargor. Aliás, sensibilidade é tua marca.

    Deixei uma resposta ao teu comentário, o segundo, creio haver problemas com o blogger. O primeiro está lindo!
    Gratíssima, sempre.
    Um beijo, e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha querida amiga,

      Eu também estou muito apreensiva e ansiosa
      pelo um desfecho desta situação de horror...

      Ainda bem que você achou os comentários que
      eu fiz, este sistema também às vezes desvia
      comentários para outras pastas...rss
      Um beijo e boa semana com melhoras neste
      nosso país.

      Excluir
    2. Sim, esqueci de agradecer pela
      tua presença atenciosa e comentário
      que valorizo muito.
      Beijo de coração grato.

      Excluir
  2. Boa tarde, querida amiga Susete!
    "Existe uma fortaleza
    Na fragilidade,
    Com gosto honesto
    Da sensibilidade
    Que toca na dor
    De dentro
    E de fora."
    Ests versos foram escritos para me consolar o coração... Verdadeiros demais!
    Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
    Bjm fraterno e carinhoso de paz e bem
    https://espiritual-marazul.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito grata, querida amiga Roselia!!

      Você transmite uma gentileza que nos abraça
      na alma.

      Beijo de coração grato.

      Excluir
  3. Respostas
    1. Grata, querida poetisa pela
      sua presença atenciosa sempre aqui.

      Um ótimo domingo, Larissa!
      Bjos.

      Excluir
  4. Um canto de humanidade, sensibilidade e pureza de coração.
    Maravilhoso poema!!!
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  5. Boa noite Suzete. Parabéns pelo poema. Lindo demais! :)

    Especial:- O teu sofrimento causa estranha dor. [Poetizando e Encantando]
    .
    Beijo e uma excelente semana.

    ResponderExcluir
  6. Para ler devagar e ouvir teu canto triste de solidariedade. Tua marca.
    "Canto sem música
    No piano.
    Um belo Noturno
    Transcende
    Todos os desenganos!... "
    É um piano que toca poesia. Belíssima.

    Beijo, minha amiga.

    ResponderExcluir
  7. "Canto para quem sente
    O desencanto
    Do avesso
    Da solidariedade.
    Um travo
    Na palavra molhada
    Da indignação
    De todas as desigualdades.
    Canto o silêncio
    Da opressão
    De todos os abandonos."
    Que mais acrescentar, minha Amiga Suzete? As suas palavras cheias de sensibilidade, legitimam o meu silêncio…
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  8. Belissimo Canto, minha querida, belissimo mesmo !

    Abraço grato por este momento.

    ResponderExcluir
  9. Um quase manifesto em prol da sensibilidade.
    Sempre tão bem, Suzete!

    Um beijinho :)

    ResponderExcluir
  10. Suzete , este seu canto tão solidário e belo a nos embalar . Obrigada , muito obrigada por partilhar seu poema musicado . Beijos , amiga .

    ResponderExcluir
  11. Mais do que um canto aos frágeis, um grito de atenção aos invisíveis pela sociedade.Uma maravilha de grito social Suzete com beleza da arte da poesia.
    Aplausos amiga.
    Beijo de paz e um bom e belo fim de semana.

    ResponderExcluir

Este é um espaço importante para você deixar inscrito:

A sua presença,

O seu sentir,

A sua leitura,

A sua palavra.

Grata por compartilhar este momento de leitura aqui!

Abraço de Paz!

Suzete Brainer.