domingo, 28 de julho de 2013

O Gesto



                    

                       
                                                    O gesto

                                 traduzido em doce

                                         esperança

                             de quem ainda ama

                                os traços humanos

                             sinalizados na multidão:

                                         a mão

                                            que segura

                                                   quem cai.

      
          Suzete Brainer ( Direitos autorais registrados)

          Imagem do Google.

                       

9 comentários:

  1. Suzete,

    Fiquei muito tocada com seu poema:

    precisamos cada vez mais amar os traços humanos,

    para ajudar com o coração...

    Apreciei o seu lindo blog e gostei muito da sua poesia,

    você tem uma poesia especial!

    Beijinho.

    ResponderExcluir
  2. Um momento que o teu coração captou de forma intensa e poética. És tu!
    Beijo, amiga.

    ResponderExcluir
  3. Super lindo Suzete,um belo poema,pequenino mas muito bonito,um belo momento que passei aqui. Beijinhos e fica com deus!! http://pontodecruzdamafalda.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. o gesto, que abraça

    que transforma a dor em voo

    a lágrima em sorriso

    sempre um prazer te ler :)

    beijinhos amiga!

    ResponderExcluir
  6. Belo gesto-poema que toca quem o lê!

    Abraços,

    Anna Amorim,

    ResponderExcluir

Este é um espaço importante para você deixar inscrito:

A sua presença,

O seu sentir,

A sua leitura,

A sua palavra.

Grata por compartilhar este momento de leitura aqui!

Abraço de Paz!

Suzete Brainer.