domingo, 18 de fevereiro de 2018

Desfolhar de Alma...




Resultado de imagem para imagem de pintura de Elzbieta Brozek



Ela, nos lábios, a cor do desejo surpreendido de espaços explosivos e uma ternura maestrina conduzindo a melodia dos olhos, neste encontro milenar em segundos de reconhecimento...

Os gestos na tradução da música dos corpos, envolvidos da pele da alma, a dizer o sim da eternidade!

A emoção é um caminho único, carrega o prazer num alongamento dos sentires, o sorriso se posiciona fácil no espaço da alegria e as mãos dançarinas acompanham na entrega do amor.

Ela, nos olhos, um brilho seu, “de uma cor que ninguém possui” guardou este desfolhar de alma, serenamente e sem prazo de validade.



Suzete Brainer (Direitos autorais registrados)

Imagem: Obra de Andrew Astroshenko.






20 comentários:

  1. Oi Su,

    Diante de tão efusiva confissão os lírios também meditam e curvam-se rendidos. Essa comunhão do Eu com o Outro torna a palavra propícia ao desvelamento final "Ela, nos olhos, um brilho seu, “de uma cor que ninguém possui” guardou este desfolhar de alma, serenamente e sem prazo de validade.
    Beijos, querida amiga!

    ResponderExcluir
  2. Boa noite! Parabéns pelo texto lindo e poderoso!! Amei!

    Poetizando...- "Trabalho árduo... ao luar" ( Poetizando ...)

    Beijos...Bom Domingo

    ResponderExcluir
  3. "A emoção é um caminho único, carrega o prazer num alongamento dos sentires"
    Que bonito isso!!

    Quando falamos em emoções, pisamos num terreno delicado, sim, como você diz, é um caminho único, e como é difícil lidar com elas, pois na verdade somos os únicos responsáveis pelo que fazemos com as nossas emoções. E quando acertamos, quando deixamos acontecer os nossos 'sentires', tudo fica sublime.
    Muito delicado o que li, um desfolhar de alma - serenamente!
    Beijo, minha querida! Uma ótima semana e muita inspiração.

    ResponderExcluir
  4. Lindo,Suzete...Gostei do "de uma cor que ninguém possui... Muito legal! beijos, linda semana,chica

    ResponderExcluir
  5. A emoção. O brilho. A cor dos olhos, tão singular. Um poema cúmplice e cheio de sentimento. Tão belo!
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  6. Apreciador a crônica e da poesia, não poderia ficar indiferente a esta criação, "Desfolhar de Alma...". criação belíssima e de grande delicadeza, na qual se encontram amalgamados dois gêneros literários, Crônica e Poesia, que tem passagens de grade beleza, como essa:

    "A emoção é um caminho único, carrega o prazer num alongamento dos sentires, o sorriso se posiciona fácil no espaço da alegria e as mãos dançarinas acompanham na entrega do amor."

    Parabéns, querida amiga Suzete.
    Um beijo.
    Pedro

    ResponderExcluir
  7. Suzete, minha Amiga

    Que dizer de um texto tão belo e delicado (e dedicado, também)?
    Um expressivo bailado de emoções ou, se se preferir, a genuína celebração da “música dos corpos” em harmonia plena, que não consente dissonâncias, nem subterfúgios, nessa absoluta entrega – apenas à “cor do desejo”, brilho dos olhos e “mãos dançarinas” é permitida a “usurpação” de todo o espaço (e palco) da escrita, que desfila perante o leitor, rendido à magia das palavras tão bem urdidas.

    Um texto poético de antologia. De excelência!
    muitos parabéns!

    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Poetando o prazer do amor e sua eternidade.
    A verdade é que a tua "ternura maestrina" trabalhou bem a estética da palavra.
    É um poema envolvente, minha querida amiga Suzete.

    Beijinho.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. A bastante tempo visito seu blog
    e da minha filha mineira.
    Desejo uma excelente noite e um amanhecer sorrido.
    Beijos no seu coração.Evani.

    ResponderExcluir
  10. Querida Suzete
    Que delicioso este "Desfolhar da alma"!
    Descrever emoções e ao mesmo tempo dar a conhecer o aspecto físico - os olhos "de uma cor que ninguém possui" - nem toda a gente consegue.
    Aqui, essa conjugação é perfeita.
    ADOREI!

    Obrigada pela presença na Festa de Aniversário da minha “CASA”.

    Votos de uma boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  11. Suzete , esta alma desfolhada com pano de fundo de Elis Regina , não é para qualquer algum . Talento e sensibilidade . Parabéns .
    Beijos, minha amiga

    ResponderExcluir
  12. A emoção é mesmo um caminho único.
    Brilhante, parabéns pelo talento criativo das tuas palavras.
    Bom fim de semana, amiga Suzete.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  13. OI SUZETE!
    MUITO LINDO ESTE DESFOLHAR DA ALMA NUMA DANÇA DE CORPOS AO SOM DE ELIS.
    MARAVILHOSO.
    ABVRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Que lindo querida Suzete! uma alma saudosa, desfolhada... essa escolha da música da Elis regina, tudo perfeito. Parabéns pela beleza de mensagem poética. Abraços, bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  15. A harmonia entre a música dos corpos e as ondas de emoções , são a sinfonia perfeita para que o bailado nos remeta à Arte de quem pinta este belíssimo quadro
    Muito belo , Susete !
    Beijinho !

    ResponderExcluir
  16. Com a delicadeza que a escolha (brilhante) do léxico permitiu, celebraste a plenitude do amor, diferenciada em cada parágrafo, tendo dois referentes a atravessar o texto poema: alma e emoção.
    Perfeito!
    Bjo, querida Suzete


    ResponderExcluir
  17. Guardou o que sentiu, na entrega, guardou o que sentiu, na cumplicidade...
    Muito bom, Suzete!

    Um beijinho :)

    ResponderExcluir

Este é um espaço importante para você deixar inscrito:

A sua presença,

O seu sentir,

A sua leitura,

A sua palavra.

Grata por compartilhar este momento de leitura aqui!

Abraço de Paz!

Suzete Brainer.