terça-feira, 1 de maio de 2018

Irmão Sol



Imagem relacionada

  

És sempre
     Um sol anunciado
Com os teus gestos protetores
     Nos raios pousados
De palavras sábias...

Tu me conheces
No meu vestido de silêncio
Na raiz da minha sensibilidade.
A distância do tempo
E dos espaços
Nunca foi barreira
        Neste laço
Eterno de amor
      De irmãos.

Gosto de sentir
A tua mão presente
Nas lacunas das dores
Que a vida nos traz,
Sinto-me irradiar
Com a tua alma
De irmão sol!


Suzete Brainer (Direitos autorais registrados)

Imagem: Do Goggle

Dedicado ao meu irmão Jurandir Brainer.


18 comentários:

  1. O Sol como riqueza poética. para além, de ser a lareira dos pobres.

    * . Cigarro que mata ...na forma consciente *
    .
    Deixando um abraço

    ResponderExcluir
  2. Lindo carinho ao teu irmão. Um amor que nunca acaba! Adorei!😘😘😘 Feliz MAIO!!!chica

    ResponderExcluir
  3. Tão bonito!
    Acho que Jurandir sentirá orgulho da irmã que tem e que lhe dedicou tão belas palavras.
    Boa semana.
    beijinhos
    :)

    ResponderExcluir
  4. Poema sublime :))


    Hoje:- Vestes leves, agitadas pelo pensamento

    Bjos
    Votos de uma óptima Quarta - Feira

    ResponderExcluir
  5. Parabéns, prezada Suzete! Lindíssimo poema onde a poesia emana das palavras, forma e conteúdo. O sol - a luz da tua arte que ilumina o nosso universo poético! Parabéns mais uma vez pela beleza de sempre! Grato pela partilha. Grande abraço! Laerte.

    ResponderExcluir
  6. Aqueles que amamos são a luz na nossa vida e uma excelente inspiração para obras de arte como este poema, repleto da essência do amor.
    É este o sol que não deixa nunca de brilhar, mesmo em dias de chuva.
    Como sempre é um prazer ler as suas palavras e sentir através delas.
    Um enorme beijinho e tudo a correr bem querida Suzete.

    ResponderExcluir
  7. A comparação implícita de Jurandir com o "irmão Sol" é a excelência de caminhos trilhados na beleza e pureza dessa fraternidade que vos une, Suzete. Grande é o coração que deixa transbordar tais palavras, onde a ternura é comovente!
    Parabéns por este poema maravilhoso e por esse coração lindo!
    Beijinho

    ResponderExcluir
  8. O amor fraterno é uma luz forte no teu poema.

    "Gosto de sentir
    A tua mão presente
    Nas lacunas das dores
    Que a vida nos traz,
    Sinto-me irradiar
    Com a tua alma
    De irmão sol!"

    Este é um laço poético maravilhoso, querida Suzete.

    Beijinho.

    ResponderExcluir
  9. Uma excelente dedicatória poética.
    Gostei imenso, parabéns.
    Bom fim de semana, amiga Suzete.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  10. Que lindo, amiga!! Isso é amor, reconhecimento, gratidão. Sinto que vem lá do fundo do teu coração, rodopiando de emoção. Muito bonito. Hoje vemos uma "baixa" de sentimentos familiares, a conjuntura atual do nosso país afetou também os laços familiares, mas quando vemos algo assim, tão grandioso e verdadeiro, talvez podemos pensar que nem tudo ainda se perdeu.

    Parabém sempre, por mostrares o outro lado da vida, já que nos mostram tanta animosidade via mídia.
    Beijo, Suzete.

    Tu me conheces
    No meu vestido de silêncio
    Na raiz da minha sensibilidade.
    A distância do tempo
    E dos espaços
    Nunca foi barreira
    Neste laço
    Eterno de amor
    De irmãos.

    ResponderExcluir
  11. Minha amiga Suzete este seu poema,Irmão Sol, diz bem do seu talento de poetisa. Gostei muito do seu belo poema, do qual transcrevo os versos que o encerram:

    Gosto de sentir
    A tua mão presente
    Nas lacunas das dores
    Que a vida nos traz,
    Sinto-me irradiar
    Com a tua alma
    De irmão sol!


    Desejo a você um excelente final de semana.
    Beijo.
    Pedro

    ResponderExcluir
  12. Um poema lindíssimo, irradiando a verdadeira essência do amor...
    Magnifica homenagem ao seu irmão, Suzete, que decerto o terá sensibilizado, e feito sentir super orgulhoso!
    Deixando um beijinho, e votos de um excelente domingo, querida Suzete!...
    E amanhã, com tempo, cá estarei, deixando por aqui as minhas visitas em ordem... tardando... às vezes, e muito... mas não falhando!... :-)
    Um beijinho grande! Até amanhã!
    Ana

    ResponderExcluir
  13. Que bela e sentida homenagem ao seu irmão.
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  14. Tão bom, tão lindo, contar com irmãos. Bela homenagem. Um abraço querida amiga.

    ResponderExcluir
  15. Um poema de amor fraterno. Que o sol seja fonte de vida para os dois... Muito belo!
    Uma boa semana.
    Um beijo, minha Amiga.

    ResponderExcluir
  16. O sol que nos aquece por dentro e por fora e nos coloca um sorriso no rosto. Adorei este poema, porque é lindo e sou amante de sol. Um beijinho Suzete.

    ResponderExcluir

Este é um espaço importante para você deixar inscrito:

A sua presença,

O seu sentir,

A sua leitura,

A sua palavra.

Grata por compartilhar este momento de leitura aqui!

Abraço de Paz!

Suzete Brainer.