domingo, 24 de fevereiro de 2013

Recife









Recife cidade mil

Céu azul anil

Teus coqueirais

Sombra,

Um vento quente com

Águas mornas de

Um mar aberto juvenil,
 
Com seus arrecifes
 
Piscinas verdes de beleza

Transparente

Pôr-do-sol

Laranja rosa

Cores

Aromas transformando-se em

Estrelas de um céu gentil.


Recife

Cidade de encanto

Som de vários ritmos

Colorido em ti

Tudo ganha sentido.


Recife

Beleza genuína

Rios que ainda mortos

Mesmo assim

Cantam o silêncio da

Mata perdida

O barulho do asfalto

Explode nas avenidas

Curvas

Mistérios

Arte

Que sobrevive

Mesmo sem nenhum cuidado.

Preservada,

Recife é um retrato da cidade

Em movimento.


Recife

Onde o meu coração mora

Enraizado culturalmente.

O mar translúcido infinito

Carrega a minha alma

Nas tuas ondas

Descansando nas tuas piscinas naturais,

Verde que anima e

No teu céu azul anoiteço em

Tuas estrelas

Que brilham os meus

Sonhos

Me sentindo inteira.


Recife

Menina, mulher

Paraíso,

Loucura

Anunciada.

Desorganizadamente cresce

Pobreza ainda

Sujeira em seus cantos

Que não cheira nenhum encanto.

Natureza vasta

Que aguarda um tempo

De ser olhada

Entendida, amada.


Recife

Pontes de luz

Casa das garças

O branco no verde

O artista

Que livremente

Muda a paisagem.


Recife

Com sabor de pitanga

Que caminha no ritmo

Do frevo único

Com a sua

Essência mestiça.

A sua fala

Cantadores poetas

Ritmos diversos

Multicultural.

Filhos

Pensadores

Individualistas

Rebeldia é o seu

Nome artístico.

Solidariedade

Conscientes

Moradores.

Suzete Brainer( Direitos autorais registrados)
 
Dedico este poema à minha amada sobrinha Bruna Lobo Brainer.
 
Bru,
 
Pra você matar a saudade da querida Terrinha...
 
Beijos saudosos! 

 

13 comentários:

  1. Que aroma doce do cais anoitecendo, de luzes e poesias tecendo, em meu coração a rede da emoção! abraços

    ResponderExcluir
  2. Deve ser um lugar lindo!
    da forma que descreves, na emoçao"orgulho" que se sentem nas
    tuas palavras!

    uma linda dedicatória, a quem está longe mas tem essa Cidade no peito!

    sempre um prazer ler-te, amiga!
    Gosto sempre.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Recife agradece.
    Porque o poema é magnífico.
    Um beijo, minha querida amiga.

    ResponderExcluir
  4. Suzete,
    Acho que devias retirar a verificação de palavras.
    É um tempo perdido com as tentativas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Nilson,

      No meu blog,a pessoa comenta e posta,simples.Não há verificação de palavras,portanto não entendo o que aconteceu com sua difícil postagem...

      Excluir
  5. O recife como colorido coral em verso

    Dá vontade de ir
    (a foto e o verso)
    Ai se não dá

    Bjocas.

    ResponderExcluir
  6. Uma homenagem captada e filtrada pelos teus sentidos.

    Um poema que daria alma a um folheto chamativo para "entranhar" as pessoas nesse encanto...

    Bjos, querida Suzete :)

    ResponderExcluir
  7. Voltei.
    Reli o teu magnífico poema e gostei anda mais.
    Vamos lá ver se a verificação foi uma ilusão de óptica minha...
    Suzete, minha querida amiga, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
    Beijo.

    PS: a verificação de palavras continua, mas tu não a vês se comentares aqui... podes alterar nas definições do blog:
    . Definições
    . Mensagens e comentários
    . Mostrar confirmação de palavras - altera para NÃO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Nilson,

      Agora ficou resolvido mesmo.Não estás tendo

      ilusão,amigo!

      Beijo.

      Excluir
  8. Agora sim, não me pediu verificação nenhuma...
    Mais outro beijo, desta vez mais que merecido.
    Obrigado pela ajuda.

    ResponderExcluir
  9. Parece que cheguei num momento em que o Recife do teu coração respira cor, ritmo, solidariedade e rebeldia.
    Bem hajas, amiga Suzete, por me levares contigo.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  10. ... Acabei de me embrenhar fundo, no Recife... Esta capacidade de incluir em cada quadro que pinta... Abraços, aos dois!

    ResponderExcluir

Este é um espaço importante para você deixar inscrito:

A sua presença,

O seu sentir,

A sua leitura,

A sua palavra.

Grata por compartilhar este momento de leitura aqui!

Abraço de Paz!

Suzete Brainer.