domingo, 9 de abril de 2017

A Surpresa Esculpindo o Olhar





Resultado de imagem para imagem de pintura de elzbieta brozek



Passeio pelos espaços vazios
Ao toque da pele
No registro da vida
Em Rio profundo
E reluzente
Das imprevisibilidades...

Guardo o sabor
Das surpresas
Bem perto dos olhos
Que correm em liberdade!





Suzete Brainer (Direitos autorais registrados)

Imagem: Obra de Elzbieta Brozek.


16 comentários:

  1. Ainda hoje estive junto do meu rio colhendo espantos com os olhos bem abertos...
    Belo registo em tua pele inscrito.
    Bj, querida amiga 💓

    ResponderExcluir
  2. Esse saborear é que dá um brilho especial ao olhar.
    Uma imagem tão bela a condizer na perfeição com o seu sentir minha querida amiga.

    Beijinho

    O Toque do coração

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Su.
    Quanto mais vivo, mais creio em vidas passadas, pois que alguns momentos são tão repletos de lembranças, que chegamos a negar que seja a primeira vez que experimentamos tais lugares ou até mesmo pessoas.
    Foi o que senti com teu poema, tua natureza humana fluidificando com o ambiente ao redor, num cenário terno e completamente pacífico.
    Muito lindo e sensível labor, parabéns!
    Deixo meu carinho mais doce.

    ResponderExcluir
  4. a correr perante os olhos gratificados, o sabor grato da tua Poesia
    sempre surpreendentemente bela

    gostei muito deste poema, Suzete

    beijo, minha Amiga

    ResponderExcluir
  5. O espanto e a surpresa a esculpirem o olhar, sempre livre e imprevisível... Magnífico!
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  6. Totalmente desperta para as subtilezas da vida, pequenos sinais que nos preenchem interiormente.
    Anda bem, Suzete.

    Um beijinho :)

    ResponderExcluir
  7. Suzete , amiga querida , guardar o sabor das surpresas na liberdade de nossos olhos é benção .
    Você sabe muito bem nos fazer enxergar , através de sua sensibilidade bordada em cada linha do que escreve .
    Só tenho a agradecer , sempre .
    Também , minha alegria pelas suas visitas ao meu espaço .
    Beijos e boa Semana Santa .

    ResponderExcluir
  8. São tantos os registros na e da vida...Que linda poesia e tua sensibilidade sempre presente! FELIZ PÁSCOA! bj, chica

    ResponderExcluir
  9. Não foi por acaso que o Rio profundo, maiúsculo, ficou lavrado no teu poema e tu sabes bem por quê. E eu sei de hábito firmado ao ouvir tua poética, eu leio e digo, procuro nos sons o teu respirar. Pressinto-te feliz.
    Bj.

    ResponderExcluir
  10. Passeio pelas tuas palavras e ganho asas de liberdade. É que o teu toque poético tem o precioso sabor das surpresas.

    Boa Páscoa, minha amiga.

    ResponderExcluir
  11. Livres olhos que ainda aguardam...
    E o Rio é belo (aqui, de longe)
    Gostei muito, minha amiga.
    Boa e harmoniosa Páscoa, Suzete.
    (apesar das ausências sentidas)

    Um beijo

    ResponderExcluir
  12. Olá querida Suzete,

    Poema de sensibilidade quase transcendental.
    Lindo em sua expressão poética.
    A imagem também é muito linda.

    Beijo.



    ResponderExcluir
  13. o imprevisivel e a surpresa e o Poema
    curto e sensível
    muito bom!
    beijinhos
    :)

    ResponderExcluir
  14. Maravilhoso...
    Um post lindíssimo, que nos ocupa todos os espaços vazios, por dentro, com a sua imensa sensibilidade... e o encanto das suas palavras, Suzete!... Adorei!...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderExcluir

Este é um espaço importante para você deixar inscrito:

A sua presença,

O seu sentir,

A sua leitura,

A sua palavra.

Grata por compartilhar este momento de leitura aqui!

Abraço de Paz!

Suzete Brainer.